Registar | Iniciar sessão
Comportamento dos cães 0 comentarios

A coprofagia canina

Terça, 23 de Abril de 2013 | 16:24

A coprofagia caninaA coprofagia canina é um dos problemas que mais se consultam com veterinários, pelo inexplicável para os donos deste comportamento. A seguir saberemos em que consiste este problema, analisaremos a sua possível origem e aprenderemos conselhos para solucionar este incómodo problema.

E começaremos por analisar o que é a coprofagia. Esta incómoda prática é o costume que o cão adquire de consumir excrementos. Nas suas origens não é um problema grave, mas caso não o enfrentemos poderiam apresentar-se problemas de saúde no cão, principalmente insuficiências do pâncreas.

Este tipo de problema costuma catalogar-se em três grupos diferentes: o primeiro é quando o cão consome o seu próprio excremento, a segunda é quando o cão consome excrementos de outros cães, e a terceira é quando o animal consome também as fezes de outras espécies de animais.

Uma vez analisado o problema, é o momento de conhecer a origem da coprofagia canina. São várias as explicações que podemos encontrar para explicar a origem deste comportamento nos nossos cães.

A primeira delas está relacionada com a atenção que o cão precisa, e que ao não ser dada se transforma numa chamada de atenção para os seus donos através deste comportamento.

Também encontramos uma conduta imitativa do cão. Podem apresentar-se cados em que o animal observe outro cão a fazê-lo e por conseguinte decida imitá-lo.

No caso das mães, estas costumam realizar esta prática com os seus cachorros. Isto costuma explicar-se como modo de manter a área limpa.

Desta forma apresentam-se casos onde os cães fracos comem as fezes dos dominantes como conduta de docilidade e respeito.

E por último também podem apresentar-se casos onde o cão sozinho recebe alimento uma vez por dia e de pouca qualidade, pelo que procura nas suas fezes outra fonte de alimento.

Conhecer a origem do problema é importante para passar ao seguinte ponto que trataremos: Como solucionar este problema?

Como dizíamos, o importante na hora de tratar esta conduta é saber identificar a sua origem. Não se devem realizar castigos físicos mas sim realizar estratégias para mudar os comportamentos do animal.

O primeiro que se deve fazer é ir ao veterinário e comentar o problema. Nestes casos são eles que podem ajudar-nos a identificar o problema e assim dar-nos uma solução.

Dentro dos tratamentos mais populares estão as de agregar as enzimas à comida do animal. Desta forma usam-se suplementos que dão um sabor muito agradável às fazes procurando que o cão se abstenha de as consumir. Da mesma forma se aconselha aos donos a adicionar as fezes do cão substâncias picantes para que exista uma aversão. Para este caso deve-se fazer com que este cheire e prove o molho picante para assim se identificar logo nas fezes.

Também se aconselha o uso de focinheira e recolher imediatamente as fezes sem que o cão te veja a fazê-lo.

Nestes cados em que a causa seja pouco alimento pois deve-se dar um pouco mais para que o nosso cão não tenha que recorrer ao alimento com as suas fezes.

Com estes métodos possivelmente se elimina a conduta no animal. Caso não assim seja devem procurar-se soluções junto do veterinário e determinar exatamente o problema de saúde que pode causar esta ingestão de excremento.

Categorias: Comportamento, Saúde,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Quinta, 12 de Novembro de 2015 | 12:15
Terça, 16 de Setembro de 2014 | 12:25
Sexta, 5 de Setembro de 2014 | 16:26
Segunda, 25 de Agosto de 2014 | 15:46
Terça, 12 de Agosto de 2014 | 16:55
Quinta, 1 de Maio de 2014 | 12:00
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos cães.
Segue-nos no
CãesMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no CaesMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.