Registar | Iniciar sessão
Doenças de cães 0 comentarios

A displasia de quadril

Quarta, 15 de Maio de 2013 | 17:17

A displasia de quadrilA displasia de quadril é uma grave doença óssea que afeta os cães de grande tamanho ou a raças que pela sua natureza tendem a ter um crescimento rápido.

Esta doença ataca as articulações e ossos dos cães, já que pelo rápido crescimento do animal, este apresenta um esqueleto imaturo e uma mineralização e calcificação insuficientes.

Embora geralmente a sua aparição apresenta-se de forma congénita e por fatores hereditários, esta também pode dever-se a problemas com a alimentação, problemas com exercício físico intenso ou prematuro, excesso de peso do animal ou por problemas hormonais.

As raças mais propensas a sofrer desta doença são as seguintes: Pastor alemão, labrador, terranova, rottweiler, mastim e grande dinamarquês. Embora como dizíamos anteriormente, todas as raças grandes são propensas a padecer dela.

Os sintomas desta doença podem ser principalmente nas deslocações do animal. Podemos apreciar mudanças na forma de andar ou de correr do cão devido à dor que sentirá na zona do quadril. Se a doença está muito avançada, o cão pode chegar a sentir uma doença tão intensa que será incapaz de se mover se quer.

Se o nosso cão pertence a uma raça propensa a sofrer desta doença, é ideal que tomemos uma serie de medidas para evitar a sua aparição ou para atrasar o seu progresso. Uma alimentação equilibrada e atividade física moderada é uma boa forma de a prevenir.

Também há que rever periodicamente para comprovar que a doença não deu sinais de presença. O ideal é começar estas revisões com 4-6 meses de idade, e a partir daí fazer uma ou duas revisões por ano.

Se a doença aparecer, o veterinário irá dar-nos um tratamento para o aplicar na nossa mascote, com uns controlos de rotina periódicos, e o animal poderá levar uma vida relativamente normal.

Porque ao contrário do que muita gente do passado pensava, que a melhor solução para tratar dos cães que sofrem desta doença é o sacrifício, com uma correta prevenção, uma deteção a tempo e um tratamento adequado, o animal poderá desfrutar de uma longa vida normal.

O que sim, é recomendável com estes animais é castrá-los, porque ao ser uma doença hereditária, os seus possíveis cachorros padecerão da mesma doença que eles.

Se o animal foi diagnosticado com a doença deveremos levar um controlo exaustivo do peso do animal e incentivá-lo realizar exercício físico moderado. Um dos melhores desportos que ajudam a sua saúde é a natação, já que ajuda a formar massa muscular sem que as articulações de desgastem. Com isto procuraremos ter um cão ativo e livre de dor.

A alimentação do animal será rica em fibra, com muito pouca gordura. Se o nosso cão for obeso deveremos ajudá-lo a baixar de peso já que o excesso de peso não é aconselhável.

De todas as formas, todos estes conselhos, rotinas e dietas é aconselhável que seja o veterinário quem tas dê, e que este leve um controlo periódico da evolução do animal.

Categorias: Doenças, Saúde,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Quinta, 17 de Janeiro de 2013 | 13:10
Quinta, 8 de Novembro de 2012 | 09:00
Quinta, 18 de Outubro de 2012 | 13:10
Quinta, 5 de Fevereiro de 2015 | 12:46
Terça, 16 de Setembro de 2014 | 12:25
Sexta, 5 de Setembro de 2014 | 16:26
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos cães.
Segue-nos no
CãesMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no CaesMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.