Registar | Iniciar sessão
Doenças de cães 0 comentarios

Doenças mais frequentes na pele dos cães

Quinta, 5 de Fevereiro de 2015 | 12:46

Doenças mais frequentes na pele dos cãesA pele de um animal de estimação constitui uma boa referência para medir a saúde do animal. No cão dos cães, as doenças da pele podem fazer-se muito visíveis através de lesões e outros sintomas como a queda de pêlo.

E é que as doenças da pele não só evidenciam a um cão pouco atractivo, como também causam incómodos ao animal. Os principais sinais de que o teu cão apresenta problemas com a sua pele são: coceira excessiva, lamber e morder a sua pele. Por sua vez, estas acções provocam lesões e mau odor ao cão.

Quando um cão tem a sua pele infectada esta liberta um odor desagradável que geralmente confunde-se com sujidade. Dar-lhe banho perante estes casos incorre num erro nefasto pois a humidade pode aumentar a patologia do cão.

No presente artigo brindamos-te com informações sobre as doenças da pele que pode um cão sofrer, assim como alguns conselhos para melhorar a saúde do teu animal de estimação. Não te esqueças que ver um veterinário é a atitude mais sabia para atender à doença do teu cão.

SINTOMAS DE UMA PATOLOGIA

Os especialistas em saúde canina identificaram um grupo de sintomas, muito visíveis que indica que o teu cão está doente da pele. Já te adiantámos alguns: coceira, lamber-se ou morder a pele constantemente, assadura e inflamação do tecido capilar e queda e pele.

Outros sinais são: crostas, úlceras, feridas e/ou rachas na pele, áreas onde as picadas são intensas, escamação na cara e patas, pele seca e escamosa, zonas sem pêlo, erupções, lesões, surgimento de sangue ou pus, inchaço, descoloração da pele e mau odor.

CAUSAS DA INFECÇÃO

As doenças na pele de um cão geralmente estão associadas a diferentes factores. As mordidelas e excrementos das pulgas irritam com frequência a pele do teu animal de estimação. E é que alguns animais são alérgicos à saliva da pulga.

A tinha é uma das infecções que o teu cão pode sofrer. Esta é provocada por fungos e é extremamente contagiosa. Geralmente provoca inflamação, zonas escamosas e perda de pele.

Doenças mais frequentes na pele dos cãesTambém afectam a pele do teu cão as alergias estacionais. Se o cão sente picadas pode ser que demonstre sensibilidade perante substâncias como o pólen, ervas e fungos, pó, ácaros, árvores.

Os animais de estimação podem desenvolver infecções bacterianas quando a pele se danifica devido à presença de outro transtorno da pele.

Por sua vez, o ácaro Sarcoptes scabei ou Demodex canis causa ao cão a sarna sarcóptica e a demodécica, as quais provocam picadas extremas e inflamação da pele, de forma semelhante a uma resposta alergénica.

Os produtos de asseio também podem irritar a pele do teu cão. Deves assegurar-te que o champô e outros bens de asseio são adequados para aplicar o teu animal de estimação. Lembra-te que antes de qualquer dúvida, consultar um veterinário é a melhor opção.

DIAGNÓSTICO

Quando verificar alguns dos sintomas anteriormente mencionados no teu cão acode de imediato ao veterinário. Não deixes nada à improvisação, experimentar com o teu animal de estimação apenas poderá piorar a sua patologia.

Por isso, se o teu cão está doente, acode rápido a um especialista. Depois de um exame físico, o veterinário aplicará provas mais rigorosa para determinar com exactidão a casa da infecção e o seu tratamento correcto.

Entre as vias para determinar as doenças que atacam a pele do seu cão encontram-se: a biopsia de pele, teste da tinha, exame microscópico do pêlo e da pele, para detectar a presença de parasitas e infecção, testes de alergias e exames de sangue.

PREVENÇÃO PRIMEIRO

Sempre é melhor prevenir do que lamentar. Por isso, procura, na medida das tuas possibilidades, tomar medidas para evitar que o teu cão padeça de alguma doença na pele. Assim contribuis para o seu bem-estar e evitar visitas ao veterinário.

De tal forma, recomenda-se utilizar sabonetes naturais e champôs desenhados para o uso exclusivo em cães. Escova o teu animal de estimação regularmente para eliminar os pêlos mortos.

Mantém uma dieta saudável e equilibrada. Também deves ter a casa higienizada e aplicar produtos contra a proliferação de parasitas. Não te esqueças de consultar o teu veterinário para aplicar estas medidas preventivas.

Categorias: Doenças,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Quarta, 5 de Junho de 2013 | 14:02
Quarta, 15 de Maio de 2013 | 17:17
Quarta, 27 de Fevereiro de 2013 | 13:21
Quinta, 17 de Janeiro de 2013 | 13:10
Terça, 8 de Janeiro de 2013 | 15:20
Quinta, 8 de Novembro de 2012 | 09:00
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos cães.
Segue-nos no
CãesMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no CaesMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.