Registar | Iniciar sessão
Saúde do cão 0 comentarios

Obesidade canina

Sexta, 14 de Dezembro de 2012 | 12:42

Obesidade caninaAtualmente, o problema da obesidade não só ataca os seres humanos, mas também as suas mascotes. Os nossos amigos também estão a sofrer com estre problema que pode ter como causa uma má alimentação ou um excesso de alimentação.

Desta forma, a falta de exercício ou razões hereditárias ou genéticas são também causas deste problema. Hoje veremos em que consiste esta doença e como afeta a vida das nossas mascotes.

Primeiro devemos saber que um cão com obesidade é propenso a sofrer de problemas articulares, de cancro, diabetes, e problemas cardiorrespiratórios, entre muitos outros que diminuem a qualidade e a duração da vida da nossa mascote.

Ao perguntar-nos pelo significado desta doença podemos referir-nos ao aumento excessivo da gordura no corpo dos cães. Esta gordura em excesso costuma causar problemas no organismo que vão mais além da aparência do animal.

Que fatores causam a obesidade canina?

Este padecimento, como dizíamos no início do artigo, pode ser provocado por várias situações. Uma delas pode ser a obesidade genética, que também ocorre no caso do homem.

Antigamente os cães tinham que sobreviver a tempos de escassez e para isso guardavam reservas de gordura no seu corpo. Atualmente, graças à domesticação, estes períodos de escassez já não se apresentam, e o que ocasiona é a obesidade.

Desta forma apresentam-se situações de risco de padecer de obesidade devido à raça do cão. Entre estas raças mais propensas à obesidade podemos encontrar os labradores, os Beagle ou os Chow Chow, entre outros.

As fémeas têm mais tendência a padecer de obesidade que os machos.

Outro fatos genético que pode afetar é a idade, já que quanto maior for a idade, menos atividade terá, o metabolismo torna-se lento e os quilos ganham a batalha.

A castração e os tratamentos de planificação também aumentam o risco de obesidade. Isto deve-se à carga de hormonas que afetam de forma direta ao metabolismo e ao apetite.

Como combater a obesidade canina?

Uma combinação perfeita para combater os problemas de peso na nossa mascote é ter uma alimentação equilibrada e realizar atividade física diária.

Se o cão fizer exercício, brincar, corre, salta e gasta energia diariamente, é pouco provável que sofra de obesidade. Nos casos em que já se tenha o problema, devemos começar rotinas de exercícios como correr, brincar, etc. para que o animal queime mais gordura.

Quanto à alimentação devem eliminar-se os alimentos gordurentos e as guloseimas com alto nível de energia da dieta do cão. É preferível dar-lhe alimentos ricos em fibra e com energia em medida que o cão possa usar diariamente. Assim não se apresentarão acumulações excessivas de gordura e irá evitar-se a obesidade na nossa mascote.

Categorias: Saúde,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Terça, 16 de Setembro de 2014 | 12:25
Sexta, 5 de Setembro de 2014 | 16:26
Segunda, 25 de Agosto de 2014 | 15:46
Terça, 12 de Agosto de 2014 | 16:55
Sexta, 11 de Abril de 2014 | 19:06
Quarta, 15 de Maio de 2013 | 17:17
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos cães.
Segue-nos no
CãesMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no CaesMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.