Registar | Iniciar sessão
Saúde do cão 0 comentarios

As pulgas nos cães

Sexta, 21 de Setembro de 2012 | 16:51

As pulgas nos cãesAs pulgas são os parasitas externos mais frequentes que podemos encontrar nos nossos cães. É um parasita que pode infetar os animais durante todo o ano.

As pulgas são insetos hematófagos que se alimentam do sangue do seu hospede. Os cães podes ser afetados por várias espécies pulgas, embora a mais frequente seja a Ctenocephalides felis, que é também a pulga que afeta os gatos. A morfologia das pulgas, lateralmente plana, facilitando o seu movimento nos animais com pelagens muito densas.

A observação direta, muitas vezes permite-nos ver se o animal está infetado, embora as evidências mais claras destes parasitas sejam as suas fezes (sangue digerido) que parecem manchas pretas similares a grãos de café.

Ciclo parasitário da pulga

As pulgas fêmeas põem dezenas de ovos, aproximadamente dois dias depois de ter ingerido sangue. A maioria deles cai rapidamente para o chão e incubam entre 2 a 6 dias depois. A larva procura lugares húmidos e sombrios para se desenvolver (Na cama do cão, nos tapetes, nas gretas do chão, nos armários, etc.).

Depois de passar por vários estados de larva, a passagem para pulga adulta ocorre quando as condições são favoráveis, especialmente se tiver um individuo com que se possa nutrir. O aparecimento de dezenas de pulgas pode ser simultâneo e provocar uma verdadeira invasão no lar.

As pulgas adultas são parasitas não permanentes, apesar de passarem a maior parte das suas vidas no hospedeiro. Mas só a volta de 1% da população total das pulgas vivem no animal. A grande maioria encontra-se dispersa a sua volta.

Efeitos das pulgas

A pulga chupa o sangue do animal e este pouco a pouco vai ficando debilitado. Esta perda de sangue nos cachorros pode provocar anemias graves e até mesmo a morte. Alem disso a picada da pulga é muito irritante, incomodando muito o animal. Este irá coçar-se e pode também provocar-lhe tremores em casos graves de infeções.

As pulgas podem também provocar dermatites nos animais alérgicos. Esta alergia é provocada pela saliva da pulga. Por ultimo, estas podem causar também a transmissão de outros parasitas como a tênia dos cães, que é ingerida em forma de larva pelas pulgas.

Tratamento e prevenção

O tratamento eficaz contra as pulgas não deve ser só eliminar as pulgas que estão no animal, mas também as que possam encontrar-se a sua volta.

O melhor é mesmo um tratamento de prevenção. Existem uma grande variedade de produtos que têm uma ação imediata contra as pulgas eliminando-as mesmo antes que estas chupem o sangue do animal.

Estes tratamentos também têm uma ação prolongada, o que nos serve para evitar a necessidade de repetir o tratamento várias vezes. O melhor é consultar a nossa clinica veterinária sobre o tratamento preventivo que nos recomendam.

Categorias: Saúde,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Terça, 16 de Setembro de 2014 | 12:25
Sexta, 5 de Setembro de 2014 | 16:26
Segunda, 25 de Agosto de 2014 | 15:46
Terça, 12 de Agosto de 2014 | 16:55
Sexta, 11 de Abril de 2014 | 19:06
Quarta, 15 de Maio de 2013 | 17:17
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos cães.
Segue-nos no
CãesMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no CaesMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.